90 views |0 comentários

Contexto

A atualidade exige renovação. Todo profissional precisa se adaptar aos novos costumes e práticas que os dias modernos trazem para a gente. Cada vez mais, o método tradicional de trabalho, assim também como de ensino, vem sendo acompanhado de maneiras inovadoras. A exemplo do digital, que vem moldando a forma como os estudantes aprendem, há tempos, temos também um jeito mais prático e eficaz de trabalhar em escritórios: o coworking.

Esse modelo surgiu primeiramente nos Estados Unidos, em 2005, com o engenheiro de software Brad Neuberg que criou uma comunidade de trabalho com seus amigos. Já aqui no Brasil, esse conceito surgiu em meados de 2009. Pode-se dizer que uma das grandes representadoras no país é a comunidade Coworking Brasil, que fez levantamento apontando cerca de 600 coworkers em atividade no mercado. 

Coworking

Mas, se ainda não sabe o que são coworkings, nós te explicamos! De forma bem resumida, essa prática consiste na divisão do local de trabalho, agregando profissionais de diferentes áreas, como comunicadores, fotógrafos, designers, videomakers, arquitetos, advogados, entre muitos outros. Como você pode ver, a rotina de trabalho se torna cada vez mais colaborativa e a economia também é um fator de destaque neste método. 

Há relatos de pessoas que dizem preferir trabalhar em coworking porque a diversidade no espaço dá lugar à criatividade. Temos que concordar, não é? Quanto mais pessoas conhecemos, conversamos, mais experiências e conteúdos vamos adquirindo. Isso faz com que o local de trabalho seja um lugar mais despojado e livre daquela forma tradicional de trabalhar, que muitas vezes pode ser estressante e causar algumas dores de cabeça.

Geralmente, os coworkings oferecem, já em seu pacote de aluguel, salas de reunião e treinamento, equipamentos necessários para o trabalho, assim como copa, água e também o famoso cafezinho para dar aquela pitada de produtividade que todo profissional precisa. Além disso, dá pra dar uma descansada enquanto troca uma ideia com os demais colegas de trabalho, né? 

Coworking

Por isso, é importante entender algumas das vantagens de trabalhar como coworker, e ver como pode ser positivo para seu trabalho.

Vamos começar pelo network. Já mencionamos que ao trabalhar com esse método, os contatos expandem. Isso porque a lista de pessoas cresce e você pode trocar ideias com muita galera diferente. Esse ponto é considerado vantajoso, pois permite que se crie uma rede de contatos. 

Já entendeu a importância? Não? Então calma que a gente explica mais um pouquinho. Dessa forma fica muito mais fácil ter parcerias de negócios, facilitando o acesso à novas ideias e divulgação da sua empresa ou nome. É como ter uma ferramenta de marketing em suas mãos! 

Outro aspecto que vale a pena ser citado é a redução do custo benefício. Já pensou em ter sua empresa sem precisar gastar com manutenção, limpeza, água, luz etc? Pois é! O estilo cowork permite que você fique livre dessas burocracias e só se preocupe com o mais importante: trabalhar. Tudo isso fica muito mais fácil, porque você só precisa escolher um plano mensal e ficar despreocupado com o resto. 

Além disso, também há facilidade na hora de focar em seu trabalho. Geralmente, muitos pensam que há a possibilidade de maior distração em um escritório compartilhado, mas pense bem… quando nos sentimos confortáveis em um ambiente, ficamos muito mais produtivos. Ademais, um dos fatores que instigam a concentração é justamente um momento de leveza e desestresse no ambiente de trabalho. Em outras palavras, o clima descontraído que o coworking oferece pode ser muito bem aproveitado para a sua criatividade e produtividade.  É muito mais agradável trabalhar em um local que desperte seu bem-estar. 

Coworking

Comenta aí embaixo como o coworking mudou sua vida, será um prazer saber seu relato. Até mais! 

Comentários

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Go Top